Legislativo de Mangaratiba vai realizar sessões remotas

Devido à pandemia de Corona Vírus, Câmara de Vereadores vai realizar a primeira sessão ordinária remota da história.

Será realizada na próxima quinta-feira, às 10 horas, a primeira sessão ordinária remota da história da Câmara dos Vereadores de Mangaratiba. Devido a situação de calamidade pública ocasionada pela pandemia do Corona Vírus, o presidente da casa Carlos Graçano deu início a iniciativa de evitar reuniões presenciais. A Câmara de Mangaratiba é a primeira da Costa Verde a adotar tal medida visando a segurança dos parlamentares, assessores, funcionários e população. A sessão vai ser remota, ou seja, cada um na sua residência, mas ligados virtualmente via aplicativo web. Durante a sessão os vereadores votarão projetos de lei e pareceres das comissões permanentes que são de interesse público, apresentarão indicações e discutirão temas relevantes. Será aberto espaço para discussões.

“Estamos ensaiando e vamos colocar em prática nessa quinta-feira. É claro que sendo a primeira sessão e uma novidade para todos, devem acontecer algumas dificuldades, mas nada que impossibilite os trabalhos. Vamos corrigir para as próximas o que precisar ser corrigido e melhorar ainda mais o serviço. O importante nesse momento é deixar todos em segurança com muita responsabilidade e o principal, manter a transparência nos atos do legislativo municipal”, destacou o presidente Carlos Graçano. O projeto que regulamentou as sessões remotas foi aprovado em unanimidade e a ferramenta será utilizada enquanto durar o confinamento. “Estamos gratos pela parceria e dedicação de todos os profissionais envolvidos no projeto”, concluiu.
As sessões remotas seguem os mesmos dias e horários das presenciais, as terças e quintas, com início às 10 horas. Os procedimentos funcionarão da mesma forma, com os vereadores do grupo de risco ficando em casa. Os parlamentares que se sentirem a vontade poderão participar das sessões em seus próprios gabinetes, na sede de Câmara, em Mangaratiba.

A plataforma que será utilizada conta com um sistema que já havia sido implementado anteriormente. Cada vereador terá um tablete, fornecido pela empresa que presta o serviço. Na última semana, consultores da empresa realizaram os treinamentos e capacitação de assessores e vereadores para a sessão online. Um software já instalado nos tablets será responsável pela votação eletrônica, e outro programa pela vídeo conferência. Além disso, a sessão será transmitida pelo canal do youtube da Câmara para toda a população.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.